Sobre Pipoca e Marketing

Você pode não acreditar, mas eu faço a melhor pipoca do mundo! É verdade, já recebi esse elogio mais de uma vez e de mais de uma pessoa (e nunca da minha mãe!). Eu credito meu sucesso como popcornmaker justamente pelos anos de prática que tenho nesse quesito. Desde minha infância, sempre tivemos uma panela exclusiva para fazer pipoca (sim, uma pipoqueira), pois meu pai sempre dizia que “não compensa comprar a de microondas”.

Com anos de dedicação, fui ficando cada vez mais confiante e arriscando. Fuja do óleo/manteiga e sal. Experimente coisas novas, assuma riscos. Eu testava com alho picado, cebola refogada, cenoura ralada, raspa de limão, limão espremido, temperos prontos tipo sazon, fondor, grill e muitos outros. Desta forma eu fui ampliando meu leque de opções no quesito “pipocas temperadas” e além disso eu aprendi a adaptar a pipoca ao gosto da pessoa que iria dividir comigo. Eu aprendi a personalizar a pipoca, e isso cativa muito a pessoa que está com você, pois você aprende a fazer sempre do jeito que a pessoa gosta. Mas isso é 50% do segredo de uma boa pipoca (pelo menos do meu segredo), os outros 50% está ligado a dedicação. Uma vez a panela fechada, mecha sem parar até não conseguir mais. Isso faz com que todos os milhos estourem e que o tempero adicional seja distribuído para todas as pipocas.

Mas por que diabos estou falando de pipoca em um blog destinado a marketing? Porque com o marketing é exatamente a mesma coisa! A experiência faz com que você fique confiante. Com confiança você arrisca mais. Ao arriscar mais, descobre coisas que outros não descobrem. Você descobre maneira de se adaptar melhor ao se público-alvo. Você entende as especificidades de seu público-alvo. Você segmenta seu público-alvo e personaliza seu produto/serviço para esses segmentos, respeitando o interesse do público-alvo (e não o seu interesse!). E depois de tudo você percebe que isso é 50% do trabalho e que o sucesso depende também dos outros 50% que é, justamente, a dedicação.

De nada adianta ser um guru da pipoca se não há dedicação. Você pode até virar um coaching de pipoqueiros, mas sem dedicação seu prazo de validade é bem curto.

Decidi contar o segredo da minha receita de pipoca justamente para mostrar que não existe segredo. É tudo uma relação de confiança + risco + foco no público + dedicação. E você pode replicar essa fórmula mágica estratégia em qualquer ambiente, seja você um estudante, empreendedor, colaborador do departamento de RH, financeiro, marketing, etc.

O sucesso depende de duas coisas principais: A definição do que é sucesso para você e a estratégia que você vai utilizar para alcançá-lo. A estratégia pode ser esta que descrevi no texto (e que me tornou um pipoqueiro amador de sucesso), cabe a você definir o que é sucesso. Mas isso fica para o próximo texto. 🙂

 

Temo Mori

Blogueiro, Escritor, Tuiteiro e outras mentiras da internet. Apaixonado por Social Media, Redes Sociais e tudo que aproxime as pessoas... inclusive um abraço!