Explicando o por quê do sucesso de Strange Things

Capturar

Terminada a série e baixando o hype veio a análise e por isso tenho algumas pistas (que são um tanto quanto óbvias) do por quê Strage Things faz tanto sucesso.

Para explicar minha “teoria”, volto a fevereiro de 2013, na ocasião que o Netflix lançou outra série de sucesso: House of Cards.

Sabemos que house of cards é um “filho do big data”. Para quem não sabe eu explico. “Big Data” nada mais é do que pegar um grande volume de dados, organizá-los e tirar ideias e ações a partir desta análise (em uma explicação beeeeem simplista). Para “garantir” o sucesso de House Of Cards, a Netflix analisou o comportamento dos seus usuários. Viu qual diretor era mais assistido, qual ator era mais visto, qual gênero de série tinha mais apelo popular e fez o que? Juntou tudo. Claro que isso não é garantia de um sucesso de bilheteria que muita gente vai assistir, mas vamos combinar que o tiro fica muito mais certeiro quando temos esses dados em mãos.

Pois bem, Stranger Things é mais um desses tiros dados com muita informação e coleta de dados. A Netflix sabe o que você gosta. Ou você acha que a parceria com a Marvel foi “oportunidade”? Foi estratégia mesmo. Dessa brincadeira surgiram séries fantásticas como Jessica Jones e Demolidor dentre outras. E como se não bastasse, fazem outra série juntando todo mundo, preparem-se para o “Defensores”.

Inclusive, a Netflix sabe em qual episódio de cada série você fica “viciado”!  É muita informação, que unida com muita capacidade e uma boa quantidade de dinheiro, tem tudo para ser um sucesso.

Sabe toda essa euforia que Strager Things causou nas redes sociais, então, pode esperar por mais. Vai acontecer com mais séries que a Netflix lançar.

Uma lição muito óbvia, mas pouco aplicada tiramos desse contexto todo. A importância de entender o consumidor na hora de elaborar a sua estratégia. Entender do consumidor é fundamental para definir o sucesso ou fracasso de uma ação. Antes de planejar, faça siga a lição do Et Bilu e busque conhecimento. 🙂

Temo Mori

Blogueiro, Escritor, Tuiteiro e outras mentiras da internet. Apaixonado por Social Media, Redes Sociais e tudo que aproxime as pessoas... inclusive um abraço!